Fábio Abreu confirma lançamento da candidatura e quer apoio do governador

0

O secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu (PL), confirma o lançamento da pré-candidatura a prefeito de Teresina no dia 22 de janeiro. Durante entrevista ao CidadeVerde.com, Abreu afirma que  a candidatura é para valer e que deseja ter o apoio do governador Wellington Dias (PT) e da base aliada.

Abreu também fala da articulação política para a formação de uma bancada do PL na Câmara de Teresina. Ele diz que faz um trabalho silencioso e afirma que a legenda conseguirá eleger vereadores.

“Tivemos várias reuniões com os membros do partido. O nível municipal e estadual, e principalmente, da reunião que tivemos com o presidente nacional do nosso partido. Tudo convergindo para termos uma candidatura. De todo esse processo, meu nome é o mais lembrado pela população. É um dos fatores para que possamos tomar essa decisão. A partir do dia 22 lançamos nosso nome pelo PL para a Prefeitura de Teresina. É mais do que justo uma vez que nosso partido vai ter a oportunidade de ter uma candidatura majoritária. Temos um grupo de vereadores na capital que terá uma robustez maior com o desenvolvimento da campanha. Sem dúvida teremos representantes na Câmara Municipal. Com toda certeza teremos a vitória com a pré-candidatura a prefeitura. Ao contrário de outros grupos, realizamos nossas ações de forma silenciosa e discreta. Primeiro invertendo a ordem dos fatores. Primeiro buscamo o povo para abraçar a campanha e abraçar o candidato a prefeitura de Teresina. No decorrer do processo, o povo. A nossa ideia é ter uma candidatura com um grupo enxuto para ser realmente competitivo. Estamos trabalhando de forma silenciosa e discreta”, destacou.

O PL faz parte da base aliada do governador Wellington Dias. Na base, outros partidos como o PT, também terão candidatos. Para evitar um desgaste com o deputado Fábio Novo, pré-candidato pelo PT, Abreu afirma que respeitará a posição do PT de ter candidato e diz reconhecer que o partido deve ser a prioridade do governador.

“Uma das coisas que temos observado, e particularmente, afirmo é que é natural que o PT tenha seu candidato. Tem o pré-candidato Fábio Novo. É natural que o governador apoie o candidato do PT. Mas ele tem uma base e essa base tem o direito e vamos utilizar desse direito. É lógico e ideal que possamos ter o apoio do governador. Em determinados momento teremos o apoio do governador. É natural que no momento a prioridade dele seja o candidato do PT. Nós enquanto base temos essa possibilidade de ser candidato, ter o apoio do governo e desse grupo que faz a base e de outras pessoas para fortalecer a oposição”, comentou.

Secretaria Municipal de Segurança

O pré-candidato a prefeito fez críticas a possibilidade de criação de uma Secretaria municipal de Segurança. Para ele, a pasta é importante, mas a criação  seria tardia.

“Segurança é um assunto que vem à tona de 10 anos para cá é o principal assunto em disputas políticas. Lançar uma secretaria agora? Acho que já deveria ter sido feito antes. Uma secretaria é apenas para gerenciar a Guarda Municipal que tem uma característica específica. Sem muitas condições de atuação. Mas sendo criada tenho certeza o que for possível integrar, o estado estará disposto para isso. Mas é muito tão repentina essa criação, em cima de um assunto que não é tão novo”, destacou.

Cidade Verde

Comentários