Globo evita novo “Caso Sidão” e altera craque do jogo

Público havia escolhido Egídio como o melhor em campo em Avaí x Cruzeiro, mas lateral não fez uma boa partida

0

O domingo não foi um dia feliz para o lateral-esquerdo Egídio, do Cruzeiro. Com atuação fraca, o jogador teve participação direta nos dois gols sofridos pela Raposa, que empatou por 2 a 2 com o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Como a internet não perdoa vacilos, principalmente torcedores de futebol, um fato inusitado quase se repetiu na transmissão da TV Globo, comandada por Rogério Corrêa. Em uma votação no site “GloboEsporte.com”, Egídio foi eleito com 58% dos votos o “Craque da Partida”, uma clara manifestação do público para “trollar” a votação da emissora, que tem essa ferramenta de interação com o público.

Notando a incoerência do voto popular, com a realidade do jogo, Rogério prontamente chamou o comentarista Bob Faria para intervir no resultado final da enquete. E o jornalista escolheu Pedro Castro, autor de um dos gols do Avaí, como o melhor em campo.

O caso Sidão
A intervenção da equipe de transmissão na entrega do “Craque do Jogo” foi para evitar outro constrangimento a um jogador no campo de jogo e para a própria Globo, que teve uma situação embaraçosa no jogo entre Santos e Vasco, no dia 12 de maio. Na ocasião, também pelo Brasileiro, o goleiro vascaíno, Sidão, teve uma atuação ruim, sendo responsável direto pela derrota da equipe carioca.

A votação do “Craque do jogo” daquele dia apontou Sidão como o melhor em campo, algo que era incoerente com o resultado do jogo e a atuação do jogador. O protocolo de entrega foi mantido, e a repórter Júlia Guimarães foi obrigada a abordar Sidão e entregar o prêmio. O goleiro foi educado, não se manifestou de forma grosseira, mas a situação gerou revolta nas redes sociais e na imprensa em geral, o que causou a mudança no protocolo da premiação, para evitar novos constrangimentos.

A Globo pediu desculpas ao jogador e está tendo muito cuidado com as interações com o público, sempre optando por um filtro de sua equipe os jogos antes de anunciar oficialmente o resultado final o craque do jogo.

Agora, antes de confirmar o craque do jogo, há uma consulta entre a equipe de transmissão e a conferência da enquete. Caso, haja coesão, o resultado é mantido. Se houver discrepâncias, como nos casos de Egídio e Sidão, o “voto de Minerva” será dado pelos narradores e comentaristas da partida.

Assim, que acabou o jogo, Rogério Corrêa chamou a reportagem de campo e anunciou que Pedro Castro foi o escolhido como melhor em campo, citando que a votação em Egídio, fora mais um ato de bom humor do torcedor.

Comentários

FONTEInformações do Lance!
COMPARTILHAR