Golpe no WhatsApp usa coronavírus para roubar dados pessoais

0

Em época de pandemia de coronavírus, cibercriminosos obrigam as pessoas a se atentar além da saúde e prevenção contra a doença. Isso, porque, segundo a Kaspersky, empresa de cibersegurança, um novo golpe tem circulado no aplicativo de mensagem WhatsApp, prometendo máscaras e álcool gel gratuitos em troca de dados pessoais dos usuários.

O golpe é assim: o usuário do app recebe uma mensagem aparentemente de alerta para a prevenção do coronavírus, com um link que direciona para um site, com logotipos e slogans do Governo Federal, contendo dicas de como se proteger da doença.

Lá, existe um campo de cadastro para preencher com dados pessoais como nome, CPF e endereço para, então, receber o kit com álcool gel e máscara em casa de forma gratuita. No site – falso – os dados são roubados e os kits nunca chegam aos usuários.

Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky, alerta que é necessário não descuidar da segurança nas redes sociais, mesmo em tempos de pandemia. “Existe um esforço geral para compartilhar as informações essenciais sobre o coronavírus e elas estão em diferentes lugares: órgãos de saúde, sites de empresa, veículos de comunicação entre outros.”, diz o analista. “Uma coisa não muda, o usuário não deve informar seus dados pessoais em sites desconhecidos”.

A recomendação é de sempre desconfiar de links enviados via WhatsApp. Observar o endereço do site – aquele que aparece na barra do navegador, na parte de cima – também é uma forma de identificar potenciais páginas falsas da internet.

Não fornecer dados para sites que possam parecer inseguros também é essencial para prevenir um golpe pela internet. Além disso, a Kaspersky orienta a sempre checar em outros meios notícias a respeito do coronavírus recebidas pelo aplicativo.

Fonte: Conteúdo Estadão

Comentários