Homem acusado de assassinar própria esposa a facadas na cidade de Piripiri vira réu na Justiça

A decisão é do juiz Antônio Oliveira, da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, e foi dada no último dia 26 de setembro.

0

O juiz Antônio Oliveira, da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, recebeu denúncia do Ministério Público do Estado do Piauí tornando réu Adriano Gomes da Silva acusado de assassinar sua esposa, Cléia Marques da Silva, 43 anos, no dia 9 de setembro deste ano, no município. A decisão foi dada no dia 26 setembro.

A prisão preventiva do suspeito foi decretada no dia 10 de setembro pelo titular da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, que considerou a materialidade do crime devido ao depoimento do acusado e à sua captura em flagrante.

O magistrado ainda ressaltou que devido à gravidade do crime, o acusado impõe risco à sociedade, pois teve o uso de violência quando assassinou a vítima com golpes de faca.

Após decisão que recebeu a denúncia, foi determinada a citação de Adriano para apresentar resposta à acusação, no prazo de 10 dias.

Entenda o caso

Adriano Gomes da Silva foi preso acusado de matar Cléia Marques da Silva, de 43 anos, a facadas. O caso aconteceu na noite de 9 de setembro, no bairro Floresta, em Piripiri. Após o crime, o suspeito tentou tirar a própria vida.

A Polícia Militar estava fazendo o patrulhamento no local, quando percebeu um aglomerado de pessoas em torno da residência. “Chegamos na residência e escutamos uma pessoa gritando, a porta estava trancada, então arrebentamos a porta e encontramos ele dentro da casa com a faca na mão”, afirmou o sargento Eduardo.

Ainda de acordo com a polícia, o homem tentou suicídio. “Infelizmente a vítima teve óbito no local, mas o suspeito ficou aguardando a chegada do Samu, pois havia se perfurado e estava ensanguentado”, explicou o Sargento.

Veja a matéria

Homem mata mulher a golpes de faca em Piripiri

 

Comentários