Lutador estreia no MMA aos 35 anos e revela motivo: precisava de R$ 500 para pagar cirurgia da filha

Vendedor de bombons em Piripiri, no Piauí, Evandro Capoeira recebe convite para participar de evento e realiza sonho de subir ao octógono pela 1ª vez. Dinheiro é guardado para ajudar na operação da retirada de cisto no olho da filha: "Tudo por ela"

0
Evandro Capoeira após derrota na edição do Piauí Fight em Piripiri, no Piauí — Foto: Denes Brito

Evandro Capoeira fez sua estreia no MMA aos 35 anos de idade. O sonho de lutar sempre esteve presente, mas ganhou uma causa especial após o lutador precisar de dinheiro para poder pagar a cirurgia da filha, de 13 anos, que precisa retirar um cisto no olho. Evandro recebeu o convite para poder participar do Piauí Fight, evento de lutas realizado em Piripiri, no Piauí, e não pensou duas vezes em ir ao octógono. Na arena, lutou pela filha, e a história do pai emocionou. A meta é continuar atuando em eventos de MMA. As informações do Globo Esporte -Pi.

O valor da participação no evento era de R$ 500, dinheiro guardado na conta para ajudar no pagamento da operação. Derrota ou vitória não influenciou no valor final da bolsa. Veja a luta no vídeo abaixo. No combate, Evandro acabou nocauteado aos dois minutos de luta por Rubens Massará.

– Sempre tive o sonho de lutar, em competição, participar de eventos. Sempre fui fã do esporte. Quando descobri que minha filha estava com o problema, o interesse foi maior porque precisava do dinheiro, que não era nem a metade do valor da operação, mas ajudava. Faço tudo por ela, minha filha – comentou.

Evandro Capoeira na divulgação do evento — Foto: Denes Brito

Camila, filha de Evandro, tem 13 anos de idade. Com a história repercutida após a luta, alguns amigos ajudaram também no valor da cirurgia – o lutador ainda espera uma resposta se a operação pode ser feita pelo SUS.

– É um cisto entre o olho e pálpebra. Os médicos disseram que é um procedimento simples, mas que depois que tirar vai ser feito o exame para saber a origem. Ela está saudável, bem, mas incomoda, lateja e a deixa desconfortável. Fiz os exames, gastei uma quantia com isso, e o tratamento é só com a cirurgia – relatou.

Piauí Fight – Evandro Capoeira x Rubens Massará — Foto: Denes Brito

A estreia aos 35 rendeu, segundo Evandro, algumas zoações. Mesmo com a derrota, que deixou o rosto bastante castigado, ele agradeceu pela oportunidade de estear no MMA.

– Sensação de sonho realizado, saber que eu ia ganhar o dinheiro para fazer a cirurgia da minha filha. Foi uma sensação maravilhosa, faria tudo de novo (lutar). Fazer a luta foi a melhor sensação da minha vida, o apoio e até as críticas de que não seria homem de lutar aos 35 anos, as pessoas que riram e zoava da minha cara. Na luta, senti duas felicidades: o sonho do MMA e poder ajudar a minha filha.

Evandro Capoeira — Foto: Denes Brito

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here