Sexta, 17 de Setembro de 2021 11:13
86 998652221
Geral Piauí

Governador instala conselho para as comemorações dos 200 anos de Piauí

O governador Wellington Dias reuniu-se, na segunda-feira (2), com representantes das secretarias de Estado do Governo (Segov), Educação (Seduc), Planejamento (Seplan), Cultura […]

03/08/2021 09h20
Por: admin Fonte: Secom Piauí

O governador Wellington Dias reuniu-se, na segunda-feira (2), com representantes das secretarias de Estado do Governo (Segov), Educação (Seduc), Planejamento (Seplan), Cultura (Secult), das universidades Estadual (Uespi) e Federal do Piauí (UFPI), Coordenadoria de Comunicação (CCom), Academia Piauiense de Letras (APL), Conselho Estadual de Cultura  (CEC) e Associação Piauiense de Municípios (APPM) para instaurar o conselho que irá tratar sobre as comemorações dos 200 anos da independência do Piauí. O grupo havia sido estabelecido em 2020 mas, em detrimento da pandemia da Covid-19, não havia se reunido para estabelecer os primeiros passos da programação comemorativa.

O Conselho visa a tratar sobre as comemorações de 200 anos de independência do Piauí, que se estenderão de outubro deste ano até março de 2023. “O governador criou um comitê por meio de um decreto, ainda no ano passado, para discutir sobre a implantação, festividades e comemorações aos 200 anos de independência do Piauí. Ano passado, com a pandemia, o projeto ficou paralisado, agora estamos retomando os trabalhos. Esses 200 anos são comemorados em 2022 e  queremos trabalhar a partir do Dia do Piauí, 19 de outubro deste ano, atividades alusivas a estas comemorações. Este é um comitê que conta com a participação de vários órgãos, pessoas da área de comunicação, cultura, pesquisadores, professores para levantar a história do Piauí, e tem como objetivo destacar o crescimento do estado ao longo desses 200 anos, fazendo com que o piauiense conheça sua história”, conta o coordenador de Comunicação do Estado, Allisson Bacelar.

O governador Wellington Dias disse que o objetivo é trabalhar, a partir de outubro, as primeiras agendas comemorativas. “Haverá uma programação cultural com foco na área da história, da educação, da economia, da agricultura social. Vamos trabalhar em todas as áreas para o Piauí conhecer nossa história. Será uma ação integrada do setor público e privado, município, estado e governo federal para comemorar e reviver toda essa evolução de 200 anos da independência”, aponta o gestor.

A programação pretende destacar a história do estado por meio de eventos, livros, exposições, filmes e atividades culturais ao longo desse ano de comemoração dos 200 anos do Piauí.

Para o historiador Fonseca Neto, é de grande importância a instalação deste comitê na tentativa de resgatar a história do piauiense e inserí-lo como um agente fundamental na independência do Brasil. “O que essas ações do Governo do Estado quer é dizer ao Brasil, ao mundo e a nós mesmos sobre nossa formação histórica. São muitas as ideias que podem ser lembradas no ponto de vista da construção do Piauí e das culturas que expressam o viver piauiense. Do ponto de vista histórico, o Piauí tem, comprovadamente, pelo menos, 500 séculos, se tomarmos como parâmetro a presença do ser humano construindo uma experiência sobre a face da terra. Então, o Piauí tem as marcas da presença mais ancestral do que é o povo brasileiro hoje, um povo original”, comenta o historiador.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.