Domingo, 22 de Maio de 2022
24°

Pancada de chuva

Piripiri - PI

Geral Piauí

Defensoria Pública leva oficina de pais e filhos para o Projeto Reeducar do Ministério Público

A finalidade é demonstrar para os casais em processo de ruptura, a necessidade de uma convivência saudável

26/01/2022 às 13h20
Por: admin Fonte: Secom Piauí
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A defensora pública Alynne Patrício de Almeida Santos, defensora auxiliar do Núcleo de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (NUSCC) da Defensoria Pública, ministrou, na última terça-feira (25), a oficina de pais e filhos dentro do Programa Reeducar, desenvolvido pelo Ministério Público do Estado do Piauí (MP/PI). A oficina também contou com a participação da mediadora do NUSCC, Rosângela Ribeiro Alexandrino.

A participação da Defensoria atendeu a um convite do Núcleo das Promotorias de Justiça de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar (Nupevid), que desenvolve o Programa Reeducar, destinado a homens envolvidos em caso de violência doméstica. A Oficina ministrada no Ministério Público marcou a retomada desse trabalho desenvolvido pelo NUSCC, que teve que ser paralisado devido à pandemia ocasionada pela Covid-19, assim como o início do calendário previsto para 2022 que envolve tanto Teresina como o interior do Piauí.

Projeto idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a oficina tem por finalidade demonstrar para os casais em processo de ruptura, a necessidade de um olhar diferenciado para a situação, procurando uma convivência saudável. Baseada em exemplos e em dados constatados por equipe multidisciplinar, a experiência permite aos participantes analisarem a situação sob outra ótica, entendendo que não se trata unicamente da separação do casal, mas de um processo que envolve toda a família.

Cynara Maria Cardoso Veras Alves, psicóloga e assessora de Promotoria de Justiça do Nupevid/MP/PI, destaca a relevância da ação. “A parceria entre a DPE e o Nupevid/MPPI enaltece o projeto à medida que atores do sistema de justiça se unem em prol de ações no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. A oficina de pais e filhos é um instrumento importante na execução do Programa Reeducar, pois permite que os reeducandos repensem suas condutas e comportamentos diante dos filhos e do antigo vínculo, ou seja, oportuniza que criem novos hábitos, laços e costumes com os filhos diante da nova realidade familiar, priorizando a cultura da paz”, afirma.

A defensora Alynne Patrício destaca o objetivo da Oficina e fala da retomada dos trabalhos também no interior. “Fomos convidadas pelo Ministério Público para ministrar um módulo dentro do Programa Reeducar, de reabilitação de homens envolvidos com violência doméstica e sabemos que esses casos de violência doméstica envolvem muitos conflitos familiares que atingem os filhos. Estamos ministrando a oficina dentro desse Programa para dar uma nova perspectiva de como essas famílias podem se reestruturar. Estamos muito felizes com esse convite do Ministério Público e com a retomada da oficina após um período de paralisação devido à pandemia. Vamos ter um calendário completo não só em Teresina mas também no interior do Estado, com a oficina de volta”, afirma.

O Núcleo de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania da Defensoria Pública é coordenado pelo defensor público Gerson Henrique Silva Sousa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.