Quinta, 11 de Agosto de 2022
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Deputados divergem sobre modelo de financiamento do Plano Nacional do Esporte

O financiamento do esporte foi um dos pontos de discussão durante a votação da proposta que cria o Plano Nacional do Esporte, com diretrizes e meta...

28/06/2022 às 20h30
Por: admin Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Alice Portugal pediu a criação de um fundo específico para o setor - (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)
Alice Portugal pediu a criação de um fundo específico para o setor - (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)

O financiamento do esporte foi um dos pontos de discussão durante a votação da proposta que cria o Plano Nacional do Esporte, com diretrizes e metas para os próximos dez anos (PL 409/22).

O relator, deputado Afonso Hamm (PP-RS), optou por buscar financiamento em fontes já existentes, como loterias e emendas parlamentares. A oposição, no entanto, defendeu a criação de um fundo específico para o setor.

Hamm afirmou, no entanto, que essa medida não é possível em razão da Emenda Constitucional 109, que limitou a criação de fundos públicos. “Tentamos criar um fundo, mas não é possível. A lei traz várias fontes de financiamento: a lei de incentivos, recursos da loteria”, explicou.

A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) criticou a proposta. “Nós estamos tratando de um financiamento acessório com loterias. A loteria é importante, mas não garantirá um financiamento permanente do esporte no nosso País”, disse.

Para a deputada Erika Kokay (PT-DF), a proposta trata de “recursos vagos”. “Não podemos deixar de assegurar uma fonte de recursos”, defendeu.

Educação básica
O deputado Luiz Lima (PL-RJ) afirmou que o Plano Nacional do Esporte traz eficiência para o investimento público no setor para todos os segmentos. Ele destacou ainda as metas para a educação básica. “É fundamental fazer com que o esporte esteja presente na educação básica com professor de educação física”, declarou.

Luiz Lima elogiou a previsão de metas para a educação básica
Luiz Lima elogiou a previsão de metas para a educação básica - (Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)

Já o deputado Joseildo Ramos (PT-BA) defendeu a gestão democrática do esporte, a superação das desigualdades e a valorização dos profissionais. “A proposta traz uma política de Estado, o que é importante para o Brasil, que precisa de normas que estabeleçam uma política de longo prazo”, disse.

Mais informações em instantes

Assista ao vivo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.