Quarta, 23 de Setembro de 2020 00:22
86 998652221
Esportes JOGO INTERNACIONAL

Em jogo nervoso e com direito a lei do ex, Bayern conquista o sexto título de Liga dos Campeões da sua história

Coman é autor do gol da vitória e do título bávaro na segunda etapa após belo cruzamento de Kimmich. Neymar faz partida discreta e não consegue ser protagonista do PSG na final

23/08/2020 18h08 Atualizada há 4 semanas
Por: admin Fonte: LANCE!
Neymar faz partida apagada na final contra o Bayern de Munique e bávaros conquistam taça (Foto: LLUIS GENE/AFP)
Neymar faz partida apagada na final contra o Bayern de Munique e bávaros conquistam taça (Foto: LLUIS GENE/AFP)

A festa é bávara e o Bayern de Munique é o campeão da Liga dos Campeões após vencer o Paris Saint-Germain por 1 a 0 no Estádio da Luz. Com direito a lei do ex, Coman foi o autor do gol do título após receber um lindo cruzamento de Kimmich em um jogo marcado pelo nervosismo, grandes defesas de Neuer e a consagração do 6º título da equipe alemã em sua história.

INÍCIO QUENTE

Apesar da marcação alta e da pressão no início da partida, o PSG foi o time que teve as melhores oportunidades na partida. Neymar teve a primeira grande chance ao receber passe de Mbappé, mas parou em grande defesa de Neuer. A resposta do Bayern veio no ataque seguinte quando Lewandowski recebeu a bola dentro da área, girou, chutou mascado e só não abriu o marcador porque a bola bateu na trave de forma suave.

PSG MELHOR

Depois do duelo esquentar, Di María teve chance ao receber passe de Ander Herrera na área, mas finalizou para fora com a perna direita. A situação para os bávaros parecia complicada quando Boateng teve que sair contundido no minuto seguinte. No entanto, o camisa nove do Bayern foi acionado mais uma vez e deu trabalho para Navas em uma cabeçada entre Thiago Silva e Kimpembe. Mas a melhor chance da primeira etapa esteve nos pés de Mbappé que recebeu uma bola próximo da pequena área aos 45 minutos e praticamente recuou para o goleiro alemão.

LEI DO EX

Um dos jogadores mais acionados no primeiro tempo, Coman conseguiu abrir o placar em um segundo tempo que começou com muito tumulto, confusão e cartões amarelos. Mas aos 14 minutos, após cruzamento perfeito de Kimmich, o francês, livre de marcação, empurrou de cabeça para o fundo das redes sem chances para Navas. O camisa 29 teve outra oportunidade em jogada parecida, mas Thiago Silva foi responsável por cortar a finalização.

TENTOU, MAS NÃO DEU

​Apesar do placar adverso, o PSG não desistiu de buscar o seu primeiro título de Champions. Aos 24 minutos da segunda etapa, Marquinhos, autor de gols nos jogos contra a Atalanta e RB Leipzig, recebey bola de Di María, mas parou em Neuer. Neymar, que esteve apagado em grande parte do confronto, também tentou finalizar e quase empatou o placar no final da partida. A equipe francesa deve seguir buscando escrever sua história no principal torneio europeu, mas a festa deste ano é bávara.

TEMPORADA

O Bayern de Munique fez uma temporada histórica que fechou com a conquista da Champions League. Na competição europeia, foram 11 jogos e 11 vitórias com 43 gols marcados e oito gols sofridos. Além disso, a equipe conquistou o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha.

FICHA TÉCNICA

PARIS SAINT-GERMAIN 0x1 BAYERN DE MUNIQUE

Data: 23-08-20 - 16h

Estádio: Estádio da Luz, em Lisboa (POR)

​Árbitro: Daniele Orsato (ITA)

Assistentes: Lorenzo Manganelli (ITA) e Alessandro Giallatini (ITA)

VAR: Massimiliano Irrati (ITA)

Cartões amarelos: Davies, Gnabry, Sule, Muller (BAY), Paredes, Neymar, Thiago Silva, Kurzawa (PSG)

Gols: Coman, 59, 2T (0-1)

PSG: Navas, Kehrer, Thiago Silva, Kimpembe, Bernat (Kurzawa, 35/2T), Marquinhos, Paredes (Verratti, 20/2T), Herrera (Draxler, 27/2T), Di María (Coupo-Moting, 35/2T), Mbappé e Neymar. Técnico: Thomas Tuchel

BAYERN: Neuer, Kimmich, Boateng (Sule, 25/1T), Alaba, Davies, Thiago (Tolisso, 41/2T), Gortezka, Muller, Coman (Perisic, 23/2T), Gnabry (Coutinho, 23/2T) e Lewandowski. Técnico: Hansi-Flick

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.