Quarta, 29 de Junho de 2022
21°

Poucas nuvens

Piripiri - PI

Polícia PIAUÍ

Polícia prende suspeito de matar Pica-Pau, após gravar vídeo 'ostentando' arma

O acusado e Pica-pau eram desafetos e possuíam uma rixa antiga

19/05/2022 às 23h04 Atualizada em 19/05/2022 às 23h23
Por: admin Fonte: Coveiro
Compartilhe:
Imagem Pica-Pau assassinado
Imagem Pica-Pau assassinado

Uma guarnição da Força Tática do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) efetuou a prisão do nacional Mizael Melo dos Santos, alcunha ‘Mimi’, de 25 anos, suspeito de envolvimento na morte do jovem Ítalo Andrade, vulgo "Pica-Pau". A ação policial aconteceu no início da tarde desta quinta-feira (19/05), em um trecho conhecido como Pedreira, no Bairro Floresta em Piripiri.

De acordo com o informações, Ítalo Andrade, o Pica-Pau, foi assassinado no final da tarde de quarta-feira (18) no Parque Recreio. A vítima se encontrava em uma propriedade descarregando tijolos de um caminhão quando foi surpreendida por dois criminosos em uma moto, ocasião em que o garupa efetuou vários disparos que atingiram a cabeça e as costas da vítima morrendo no local.

Ainda conforme o repassado a nossa reportagem, os militares ao realizarem diligências no intuito de localizar os autores do crime, tomaram conhecimento de dois vídeos que estavam circulando em grupos de WhatsApp. Em um dos vídeos aparece os acusados Mizael Melo, o Mimi, e um outro individuo ostentando armas de fogo, enquanto na outra mídia aparece um individuo na garupa de uma moto, circulando pelo perímetro urbano de uma cidade exibindo um revólver cromado com as mesmas características do que aparece no primeiro vídeo. Vale ressaltar que Mimi e Pica-pau eram desafetos e possuíam uma rixa antiga, motivada por circunstancias ainda desconhecidas pela polícia.

Durante as buscas, os taticanos acabaram localizando Mimi trafegando tranquilamente em uma motocicleta roubada em Piripiri na semana passada. Diante dos fatos, o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Piripiri para a tomada de medidas pertinentes ao caso.

Mimi foi sentenciado a uma pena de seis anos e oito meses de reclusão pelo crime de roubo praticado no mês de janeiro de 2019 na cidade de Piracuruca. Armado com um revólver, o acusado e uma comparsa abordaram uma mulher e subtraíram a motocicleta dela. O reeducando foi beneficiado recentemente pela progressão de regime fechado para o semiaberto e se encontrava na qualidade de foragido por não retornar ao presídio após a saidinha do Dia das Mães. Contra ele ainda pesa vários procedimentos policiais pelo crimes de receptação, tráfico de drogas e outros.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.