Domingo, 25 de Setembro de 2022
Polícia Pilícia

Governo do Piauí cria a força estadual para combater facções na divisa entre Piauí e Maranhão

A principal responsabilidade do grupo será o combate às organizações criminosas

13/09/2022 às 06h37 Atualizada em 15/09/2022 às 16h46
Por: admin Fonte: Cidade Verde
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

A Secretária de Segurança do Piauí concluiu nesta segunda-feira (12) a formação de policiais militares do Piauí que irão atuar de forma integrada com a Policia Militar do Maranhão no combate às facções criminosas que atuam entre os dois estados. 

Segundo o secretário de Segurança, Coronel Rubens Pereira, está é a segunda turma formada. São 33 agentes do Piauí e 33 do Maranhão, totalizando 66 novos policiais atuando nas divisas entre os estados. 

“A divisa do Piauí com o Maranhão é muito grande, o que nos separa é um rio. Essa segurança tem que ser feito de forma planejada. Queremos um nivelamento, que os dois lados tenham o mesmo nível de instrução e treinamento”, explicou o gestor. 

Segundo Rubens Pereira, a principal responsabilidade do grupo será o combate às organizações criminosas que usam as cidades na divisa ente Piauí e Maranhão como rota para o tráfico de drogas. 

“Há uma preocupação do governo federal com as forças que atuam nas fronteiras, mas também temos que nos preocupar regionalmente, porque essa droga está passando e as vezes ficando. Temos essa preocupação e estamos fazendo essa integração”, destacou. 

Para o secretário, a instalação da Força Integrada contribuirá para que os estados sejam menos dependentes do Exército em situações de crise na segurança. 

“A ideia é essa de que onde houver necessidade não precisar mais o governador do Maranhão e do Piauí chamarem o Governo Federal. Quando há um conflito no estado, uma crise, chama a Força Nacional, não, agora temos uma Força Estadual”, frisou. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.