Quinta, 13 de Maio de 2021 02:11
86 998652221
Polícia Operação Suíça Verde

Em Piripiri, filho de Juiz é preso com laboratório de drogas sintéticas

Durante a operação 'Suíça Verde' foi apreendida uma droga de alta concentração e pureza denominada crumble. E a primeira vez que o entorpecente é localizado pela polícia no Piauí.

09/04/2021 20h07 Atualizada há 4 semanas
Por: admin
Droga apreendida durante a Operação Suíça Verde — Foto: Divulgação/Depre
Droga apreendida durante a Operação Suíça Verde — Foto: Divulgação/Depre

O filho de um juiz foi preso na tarde desta sexta-feira (9) em Piripiri, no Norte do Piauí, com um laboratório de drogas sintéticas. A Polícia Civil apreendeu com o suspeito R$ 37 mil, grande quantidade de entorpecentes e dois carros. Seis mandados de busca e apreensão foram realizados em casas, que serviam como depósitos de drogas.

De acordo com a Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), a prisão do empresário, que é proprietário de uma tabacaria e de um estabelecimento onde há aulas de yoga, se deu durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão em Piripiri, Pedro II e Teresina.

As estufas foram encontradas em uma chácara em Pedro II e em um dos estabelecimentos do empresário em Piripiri.

“O homem já é investigado por nós há um tempo. Ao representar por mandados de busca e apreensão nas residências ligadas a ele, encontramos uma grande quantidade de droga. Além de produzir skunk, havia também a produção de uma maconha mais 'potente' que, em Teresina, um grama é vendido por R$ 150”, contou o delegado Eduardo Aquino, da Depre.

A droga mais cara que o skunk é chamada de crumble, e é a primeira vez que ela é apreendida no Piauí.

A polícia apurou que o empresário importava a semente da droga na Europa, cultivava e modificava para causar um efeito alucinógeno maior ao usuário. Segundo o delegado, o suspeito utilizava de materiais de alto padrão para a fabricação e armazenamento da droga. A produção era em alta escala.

"Ele tinha uma máquina de embalar a vácuo, geladeira, freezer e ar condicionado no laboratório, tudo para manter o alto padrão das drogas e armazenamento de até um ano. Os entorpecentes eram distribuídos na região Norte do estado, Litoral e capital", revelou Aquino.

Todo o material apreendido foi encaminhado para sede da Depre, onde o suspeito será ouvido e aguardará a audiência de custódia.

A operação foi denominada como 'Suíça Verde', que faz menção à cidade de Pedro II, que é popularmente conhecida como a 'Suíça Piauiense', e ao verde da maconha.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.