Domingo, 05 de Julho de 2020 07:46
86 998652221
Geral Brasil

Mulher natural de Batalha-Pi é assassinada ao reagir assalto (Vídeo)

O episódio aconteceu em uma espetaria no centro de São José do Rio Claro (290 km de Cuiabá)

25/06/2020 06h40 Atualizada há 1 semana
Por: admin
Mulhar assassinada
Mulhar assassinada

Uma comerciante de 34 anos, identificada como Maria Deuselina Freire Carvalho, morreu no início da madrugada desta terça-feira (23) após tentar reagir a um assalto e ser atingida por dois tiros. O caso aconteceu por volta de 0h, em uma espetaria no centro de São José do Rio Claro (290 km de Cuiabá).

Segundo o relato das testemunhas, um adolescente de 17 anos e um homem de 55, dois homens chegaram em uma motocicleta e pararam em frente à espetaria. A vítima, que estava sentada próximo à rua, achou que eram clientes, se levantou e foi para o caixa para atendê-los. Nesse momento, as testemunhas ouviram os dois disparos e viram o suspeito correndo e dando um tiro na direção de um segurança que estava próximo.

Os suspeitos ficaram o tempo todo de capacete na cabeça, mas as testemunhas conseguiram descrever o piloto da motocicleta como um rapaz baixo, magro e moreno. A Polícia Militar foi acionada e, quando chegou ao local, a vítima já estava recebendo os primeiros-socorros e sendo encaminhado para o Hospital Municipal por uma ambulância. Ela, porém, já chegou ao hospital sem vida.

Maria Deuslina era natural de Batalha, no Norte do Piauí, e estava morando em Mato Grosso.

Câmeras flagraram reação

Os policiais, então, resolveram verificar as câmeras de segurança do local e viram que quando os suspeitos chegaram, a vítima foi até o balcão de atendimento e, ao ser surpreendida com o roubo, reagiu apontando uma arma para os ladrões.

Ao verem a arma, eles atiraram à queima-roupa na mulher e fugiram pela contramão da rua. Nas imagens os policiais conseguiram ver que o criminoso que atirou era alto, magro e de pele branca.

A Polícia Judiciária Civil foi acionada e juntos os policiais fizeram rondas em busca do suspeitos, mas eles não foram encontrados.

A arma utilizada pela vítima foi recolhida e ficou sob a guarda da Polícia Civil. O caso foi registrado como roubo seguido de morte.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.