Terça, 22 de Setembro de 2020 17:11
86 998652221
Geral Luzilândia

Cão que ficou cego após criminosamente tentarem arrancar os olhos tem alta e precisa de ajuda

O cãozinho precisa de material para curativo nos olhos e também está disponível para receber brinquedos.

03/07/2020 13h25 Atualizada há 3 meses
Por: admin
Cãozinho ficou cego
Cãozinho ficou cego

O cãozinho que comoveu as redes sociais após tentarem arrancar seus olhos na cidade de Luzilândia, no interior do Piauí, teve alta e foi levado a um abrigo em Teresina enquanto se recupera para voltar para casa. Duck teve os olhos mutilados e ficou cego após sair da residência onda mora com seu donos. O crime de maus-tratos está sendo investigado pela Polícia Civil do Piauí. 

"Duck teve alta do HVU. Infelizmente não enxergará mais. Ficará dez dias sob os nossos cuidados. Após retirada de pontos e reavaliação retornará para Luzilândia. A família do Duck cuida muito bem dele, mas por um descuido saiu e voltou assim. Tenho certeza que a mãezinha dele não deixará faltar amor pra esse BB manhoso", postou o abrigo Lar do Nando, ONG que cuida de animais resgatados em Teresina. 

Ao Bicharada, Nando disse que o cãozinho se recupera bem, precisa de material para curativo nos olhos e também está disponível para receber brinquedos. Apesar do bom quadro de saúde, Duck ficou traumatizado com a agressão e faz xixi sempre que está com medo. 

"Ele está se recuperando. Era pra ser um animal revoltado por toda a dor que passou, mas é um bebezinho muito bonzinho, e balança o rabo quando escuta alguém. Atualmente, ele precisa de material de curativo para limpeza dos olhos como esparadrapos, gazes, algodão. Ele também está disponível pra receber presentes tipo caminhas, brinquedos e outros mimos.Tenho certeza que vai amar voltar pra cidade dele cheio de recebidos. Esperamos que justiça seja feita!", disse Nando. 

O Lar do Nando fica na região da Santa Maria da Codipi e atualmente cuida de 147 cães e 32 gatos. Doações para ajudar Duck e demais animais podem ser feitas por meio do contato 86 99502 0743 ou através das seguintes contas bancárias: 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.