Segunda, 19 de Outubro de 2020 12:12
86 998652221
Politica & Economia BRASILIA

Em novo revés a Guedes, Bolsonaro diz que não privatizará o Banco do Brasil

Além do BB, o presidente afirmou, em live nas redes sociais, que a Caixa e a Casa da Moeda não serão vendidas em seu governo

18/09/2020 07h24 Atualizada há 1 mês
Por: admin Fonte: Metrópoles
Bolsonaro toma decisão de não vender o Banco do Brasil
Bolsonaro toma decisão de não vender o Banco do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a assegurar que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal não serão privatizados. Pelo menos no seu mandato como chefe do Executivo federal. A declaração foi dada nesta quinta-feira (17/9), durante a tradicional transmissão semanal ao vivo nas redes sociais.

“Eu já falei que Banco do Brasil e Caixa Econômica no meu governo não se cogita a sua privatização”, garantiu o presidente. A decisão, segundo ele, se estende á Casa da Moeda do Brasil.

“A Casa da Moeda eu achei que não era o caso em razão de informações que eu tive, de outros países que privatizaram e voltaram atrás. O que a Casa da Moeda faz tem que ser algo de segurança nacional”, ressaltou. “Só esses três [não serão privatizados]”.

O posicionamento do presidente é um novo revés ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que tem o Banco do Brasil como uma das estatais brasileiras que devriam ser privatizadas.

“Privatizar essa porra”

Na reunião ministerial do dia 22 de abril, a mesma que o então ministro da Justiça Sergio Moro disse ter sido cenário da interferência do presidente sobre a Polícia Federal, Guedes defendeu a imediata privatização do BB. Na ocasião, ele foi enfático: “Vamos vender essa porra logo“.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.