Domingo, 17 de Outubro de 2021
31°

Poucas nuvens

Piripiri - PI

Politica & Economia POLÍTICA

STJ adia julgamento de recurso de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A defesa do senador quer anular toda a investigação no processo em que ele é acusado de fazer um esquema ilegal no gabinete da Alerj

21/09/2021 às 15h28
Por: admin Fonte: As informações do Metrópoles
Compartilhe:
Thayná Schuquel 21/09/2021 15:12,atualizado 21/09/2021 15:12
Thayná Schuquel 21/09/2021 15:12,atualizado 21/09/2021 15:12

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou, nesta terça-feira (21/9), o julgamento de um recurso da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) para anular toda a investigação do caso das “rachadinhas”. O ministro João Otávio de Noronha pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o caso.

No processo, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é acusado de enriquecer ao se apropriar de salários de funcionários do gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no período em que era deputado estadual.

Os ministros analisariam um recurso da defesa do senador contra a decisão da Quinta Turma que rejeitou, em março, pedidos para anular todas as decisões tomadas no processo pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro.

Segundo os advogados, o senador tinha direito a foro privilegiado por, à época dos fatos, estar no mandato de deputado estadual. Portanto, de acordo com a defesa de Flávio, o caso não poderia ter sido conduzido por um magistrado da primeira instância.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) reconheceu, no ano passado, o foro privilegiado de Flávio. O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra esse entendimento, mas o julgamento ainda não ocorreu.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.