}
Quinta, 20 de Janeiro de 2022
31°

Pancada de chuva

Piripiri - PI

Cidades PIAUÍ

Cidades Inteligentes: Angical anuncia licitação e Barras fará consulta pública

Projetos serão nas áreas de iluminação pública, de telecomunicações e geração de energia solar fotovoltaica.

13/01/2022 às 17h41
Por: admin
Compartilhe:
Superintendente da Suparc, Viviane Moura.
Superintendente da Suparc, Viviane Moura.

A equipe da Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc-PI), em conjunto com o Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), apresentou na manhã desta quinta (13) os estudos de viabilidade da PPP de Cidades Inteligentes em Barras. Na ocasião, o conselho gestor aprovou os estudos e a PPP agora vai iniciar o processo licitatório com a abertura da consulta pública.

A primeira fase do Programa PPP Piauí Cidades Inteligentes conta com 11 municípios cadastrados; Angical foi o primeiro a receber e aprovar os estudos de viabilidade e já enviou o aviso de licitação para o Diário Oficial e a publicação sairá na sexta-feira. A sessão de licitação ficou para o dia 16 de fevereiro.

“Barras, neste momento, recebe do Governo do Estado, através da Dra Viviane e Suparc, um grande presente. Os primeiros passos da modernização dos serviços públicos que vão atender nossa população com mais qualidade. Estamos começando a inserir bases para ser uma das cidades inteligentes do Brasil”, afirma o secretário municipal Ananias Araújo, em nome da Prefeitura de Barras.

No projeto consta que a partir da substituição de todas as luminárias por lâmpadas de LED haverá uma redução de no gasto com iluminação pública, além de garantir uma valorização do espaço urbano com maior aproveitamento do ambiente noturno, oferecendo mais segurança e integração social.

Além da instalação de internet banda larga em prédios públicos, o projeto prevê a disponibilização de pontos de Wi-Fi livre para a população, visando à democratização do acesso à internet de alta qualidade, além de pontos de videomonitoramento, trazendo mais segurança para o município. As imagens reproduzidas pelas câmeras serão disponibilizadas através da rede de telecomunicações para auxiliar as forças de segurança pública na cidade.

“Fico muito feliz de ver os municípios avançarem no uso dessa ferramenta de políticas públicas e novo conceito de gestão mais eficiente, recebendo infraestrutura de qualidade e melhorando a vida da população”, comenta a superintendente da Suparc, Viviane Moura.

Os projeto preveem, ainda, a geração de energia fotovoltaica, através de instalação de placas solares nos telhados de prédios públicas, reduzindo o custo com energia predial do município e garantindo a adoção de uma fonte renovável de energia que possibilita menor geração de gases poluentes no meio ambiente.

“O IPGC retorna a Barras para mais boas notícias. Fizemos uma capacitação aqui no ano passado e com isso elaboramos os estudos e modelagem entregues hoje. O conselho gestor já analisou e aprovou, agora seguimos para a consulta pública e posteriormente a licitação desse projeto”, explica Leonardo Santos, diretor do IPGC.

Barras também é uma das cidades que receberá Miniusinas de energia solar através da PPP de Energias Limpas do Governo do Estado. Em fevereiro começam as ações de supressão vegetal e as primeiras intervenções das concessionárias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.