Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 17:33
86 998652221
Cidades NOTÍCIAS

PEDRO II - Mãe da advogada pagou plano funerário atrasado uma semana antes do assassinato

Ela pagou no dia 2 de fevereiro [o plano funerário], que estava atrasado a pelo menos 10 meses.

20/02/2021 06h57 Atualizada há 4 dias
Por: admin
Maria Nerci, mãe de João Paulo, suspeito de matar a irmã, Izadora Mourão.
Maria Nerci, mãe de João Paulo, suspeito de matar a irmã, Izadora Mourão.

A investigação do assassinato da advogada Izadora Mourão, 41 anos, revela que a família seria dividida em núcleos familiares, ou seja, a mãe defendia os irmãos e o pai, que morreu, apoiava mais Izadora.

Nesta quinta-feira (18), o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ouviu cerca de dez testemunhas em depoimentos que demoraram cerca de 10 horas. Durante diligências em Pedro II, cidade onde ocorreu o crime, foi confirmado que a mãe de Izadora quitou o plano funerária da família que estava atrasado há dez meses. O pagamento foi realizado na semana anterior ao crime.

O irmão da vítima- o jornalista João Paulo Mourão –  permanece preso preventivamente. A mãe também pode ter participação no crime. Até o momento, investigação do DHPP aponta que ela teria criado um álibi para proteger o filho.

O advogado Mauro Benício Júnior, nomeado pela OAB Piauí para acompanhar o caso, conta que a informação sobre a atualização do plano funerária foi repassada à OAB e levada ao DHPP.

“O trabalho do delegado Danúbio e da sua equipe tem sido muito bem feito. A OAB está pelas investigações e nisso recebemos essa informação que o plano funerário da família estava atrasado há dez meses e no dia 02 de fevereiro a mãe de Izadora foi lá e pagou. Isso era só uma denúncia, mas repassamos ao DHPP que confirmou que era verdade”, explica Mauro Benício."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Pedro II - PI

Pedro II - Piauí

Sobre o município
A cidade de Pedro II, no Norte do estado do Piauí. A área rica em opala na cidade corresponde a 10 km. Em 2015, a extração da pedra movimentou mais de R$ 3 milhões na economia do município. Parte desse dinheiro vem da produção de joias. Historiadores contam que a primeira pedra preciosa surgiu em 1930 e foi achada por um homem conhecido como Simão. Ele estava fazendo a colheita da mandioca e ficou surpreso com a luminosidade da pedra. Simão levou a pedra para Teresina para que fosse analisada.