Sábado, 04 de Julho de 2020 11:34
86 998652221
Cidades TERESINA

Wellington Dias descarta 'lockdown' e diz adotar rigidez antes de flexibilizar isolamento

Além de reforçar as restrições às atividades essenciais do comércio, o setor público deve decretar ponto facultativo

25/06/2020 14h55 Atualizada há 1 semana
Por: admin
Governador do Piauí, Wellington Dias
Governador do Piauí, Wellington Dias

Durante a coletiva feita nesta quinta-feira, o governador Wellington Dias (PT) descartou a possibilidade de lockdown para este fim de semana. O gestor informou que, em um comum acordo entre o prefeito de Teresina, Firmino Filho  (PSDB) e entidades representativas dos municípios, buscaram medidas para que se garanta a segurança da população para uma reabertura das atividades.

A recomendação, no entanto, é que neste fim de semana, a partir da sexta-feira (26), o poder público adote medidas mais rígidas para o enfrentamento da pandemia. Além de reforçar as restrições às atividades essenciais do comércio, o setor público deve decretar ponto facultativo, exceto para os serviços de saúde, segurança e vigilância sanitária.

O modelo é semelhante ao adotado em outras ocasiões. A ideia é que as medidas reduzam a taxa de transmissão do vírus e dê condições para o inicio da flexibilização do isolamento social em todo o estado, previsto para o dia 7 de julho de acordo com critérios definidos no Plano de Retomada Organizada no Piauí (PRO Piauí)

“Queremos garantir que tenhamos maior restrição em relação às atividades essenciais, como farmácias, que possam funcionar dentro de determinadas condições, porém, reduzindo a transmissibilidade. Chegamos a tratar do lockdown, mas teríamos que ter medidas que não eram recomendadas, mas estaremos colocando todo o esforço do Estado neste final de semana, garantindo as condições ideias para que possamos cortar a transmissibilidade do coronavírus, garantir as condições de desocupação de leitos e reduzir o óbito, que é o principal objetivo”, disse o governador Wellington Dias.

O governador também está adotando medidas, seguidas à nível nacional, do uso de máscaras para quem estiver em locais públicos e que tenham atendimento essencial. O descumprimento acarretará em multa.

Wellington Dias acrescentou que os protocolos para as áreas da Construção Civil, Saúde, como clínicas, e comércio automotivo já estão prontos. “No dia 06 de julho, já tenhamos a primeira etapa com essas liberações. Ao mesmo tempo, termos condições de anunciar que, a cada 15 dias, ter as outras etapas, chegando ao mês de agosto à área da Educação, sendo a última etapa, para liberação”, fala.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.