Quinta, 24 de Junho de 2021 21:49
86 998652221
Polícia PIAUÍ

Várias pessoas presas em Cocal após polícia acabar com festa clandestina e com aglomeração

O flagrante ocorreu neste sábado (05), em um bar localizado no Bairro São Pedro em Cocal

07/06/2021 06h56 Atualizada há 3 semanas
Por: admin Fonte: As informações são do Blog do Coveiro.
Polícia acaba com festa clandestina
Polícia acaba com festa clandestina

Uma festa clandestina com aglomeração em um bar na cidade de Cocal terminou em prisão em em muita confusão. 

Uma guarnição da Polícia Militar, comandada pelo Tenente Carvalho, efetuou a prisão de uma homem identificado como Danilo dos Santos Frota, de 29 anos, conhecido pelo apelido de 'Zé Galinha', principal suspeito de ser o dono de uma porção de substância análoga a maconha e de uma arma de fogo de fabricação artesanal, do tipo garrucha.

O flagrante ocorreu neste sábado (05), em um bar localizado no Bairro São Pedro em Cocal, município da região Norte do Piauí.

Os militares realizavam patrulhamento de rotina pelo bairro quando avistaram um aglomerado no referido estabelecimento. Durante à abordagem aos presentes, os policiais notaram que uma mulher tentava esconder algo com um dos pés debaixo da sinuca, que depois se constatou que era um invólucro de algo parecido com maconha, na qual um dos inquiridos, identificado como Daniel, assumiu que o entorpecente era sua propriedade para consumo próprio.

Durante as buscas no interior do imóvel foi encontrado ainda uma garrucha escondida por trás do vaso sanitário do banheiro, além da apreensão de duas espoletas que estava em posse de um adolescente de 17 anos, um aparelho celular e a quantia de R$570, que estavam em poder de um ex-presidiário conhecido pela alcunha de "Chico Gordin".

Chico Gordin aproveitou o momento em que os militares questionavam outros frequentadores do bar e se evadiu do local em disparada, correndo e conseguindo ainda subtrair logo mais à frente a bicicleta de um transeunte, logrando êxito na fuga ao adentrar uma mata no Bairro Alfa II.

Diante dos fatos, os policiais conduziram Daniel, a mulher que tentou esconder a droga e o adolescente para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde foi apresentado ao delegado plantonista que tomou as medidas cabíveis que o caso requer.

Em depoimento, a mulher e o adolescente negaram serem os donos da arma e deram a entender que o objeto também pertencia a  Daniel. 

Ambos foram postos em liberdade após prestar esclarecimentos e Daniel se encontra recolhido em uma das celas do distrito policial à disposição da justiça.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.